CRM for Small Business

Postado por: admin | Data: 11 de janeiro de 2016 | Categoria: Eduardo Ribeiro Small Business
pilates

O post de hoje foi inspirado em uma pergunta que o Raphael Vinícius fez em um comentário semana passada, no post “Por que estamos aqui?”. Ele diz que sua esposa tem um espaço de bem-estar, com atividades como pilates, fisioterapia e estética. Já possuem uma boa penetração no facebook, com mais de 1.000 curtidas e publicações frequentes, mas deseja explorar outros canais como o site e, talvez, um aplicativo.

Então, pensando nisso, achamos interessante criar aqui no blog um espaço para o pequeno e médio empreendedor que deseja, de alguma forma, fazer uso inteligente dos diversos canais digitais e de ferramentas tecnológicas de marketing. Por isso vamos, a partir de hoje, publicar semanalmente um artigo especial para este segmento, todas as segundas-feiras.

É interessante pensar que, geralmente, as grandes organizações usam a tecnologia aplicada ao marketing para dar um tratamento diferenciado aos clientes e criar laços de relacionamento individualizado. Laços que são típicos exatamente em negócios menores. No Espaço MZ Care, por exemplo, é provável que todos se conheçam e que a própria dona relacione-se pessoalmente com a grande maioria das clientes, lembrando seus hábitos e preferências. Um empreendedor mais atento vai aproveitar esta facilidade e fortalecer estes laços.

A partir do momento em que o negócios cresce, abre novas unidades ou se transforma em franquia, por exemplo, o relacionamento direto e gerenciado (CRM) torna-se inviável sem apoio tecnológico e de processos. Em contrapartida, há algum tempo, quando o pequeno empreendedor tentava profissionalizar-se e usar as tecnologias disponíveis, descobria que elas eram caras e complicadas demais.

Mas isso mudou de um tempo para cá. Hoje é possível encontrar sistemas que atendem praticamente a qualquer ação de CRM e tecnologias bem sofisticadas para uso junto ao marketing que disponíveis na internet por valores acessíveis e preparadas para o usuário final. A partir da próxima segunda-feira vamos passear por algumas destas ferramentas aqui no blog.

Por enquanto fica a pergunta de o que colocar no site e se faz sentido o uso de um aplicativo. Raphael, respondo às duas perguntas de uma só vez: depende de sua capacidade de produzir conteúdo e serviços digitais relevantes para o público-alvo do estúdio. Eu diria que esta é a grande oportunidade para exploração do site: conteúdo e serviços. Exemplos: Agendamento de sessões através do site, orientações de preparo para os tratamentos, canal de dúvidas e até uma tabela clara de valores são formas interessantes de explorar este canal.

Além disso o site pode se tornar um excelente espaço de divulgação de conteúdo relevante. O que é Criolipólise, quais são os seus benefícios, riscos e para quem é mais adequado? Qualquer pessoa pode fazer? Qual a melhor época? Que tipo de cuidado deve-se ter ao escolher o local onde será feito? Essas e outras perguntas podem ser respondidas, por exemplo, em vídeos e textos que estão disponíveis no site. Que outros assuntos o público do estúdio gostaria de ver abordados no site? Eu consigo chutar alguns como “que tipo de alimentação pode melhorar os resultados de uma sessão de massagem modeladora” ou “quais as melhores roupas para praticar pilates”. Mas estou apenas chutando, no caso de vocês eu diria para aproveitar o relacionamento com as clientes e perguntar a elas!

O aplicativo também poderia servir para estruturar o relacionamento e os serviços. Exemplos: a cada 10 sessões as clientes ganham uma de graça. Mas ao invés de usar um cartão carimbado, pode-se usar um aplicativo de check-in que registra as visitas, permite o compartilhamento, agendamento, resgate de benefícios e serve de canal para o envio de notificações via push. Ou seja, não existe uma fórmula mágica, mas o foco em relevância de serviços e conteúdo é o que importa.

Ajudei? Deem sua opinião pois críticas, dúvidas e comentários são sempre muito bem vindos!

Abraços, bons resultados e até amanhã.

ER

Uma resposta para “CRM for Small Business”

  1. Raphael Vinícius disse:

    Nossa que legal, adorei a resposta. Lendo o post me veio vários insights, ficou mais claro como o site poderia contribui, além da importância de aproveitar o contato próximo com o cliente.

    Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *