DBM

Postado por: admin | Data: 5 de janeiro de 2016 | Categoria: Artigo Eduardo Ribeiro
Dados

Database Marketing. Marketing de Banco de Dados. Nada mais natural para mim do que falar logo de cara em DBM já que foi o meu primeiro contato com a dobradinha “tecnologia” e “marketing”. No guarda-chuva da tecnologia, neste caso, tudo o que é ligado à área de banco de dados enquanto que, no lado do marketing, tudo muito associado ao marketing de relacionamento e ao marketing direto. Então estes serão os principais conceitos que serão tratados neste post (e nos demais em que viermos a falar sobre DBM).

A wikipedia em inglês define database marketing como “uma forma de marketing direto que utiliza bancos de dados de clientes ou potenciais clientes para gerar comunicações personalizadas e promover produtos ou serviços com propósitos de marketing” (http://en.wikipedia.org/wiki/Database_marketing – consultado em 08/10/2015 com tradução nossa para o português). O verbete segue dizendo que a grande diferença entre DBM e o marketing direto está na atenção que é dada aos dados armazenados em grandes bancos de dados.

Ou seja, o DBM dá ênfase às técnicas estatísticas e de análise de dados para desenvolver modelos de comportamento de clientes e, a partir destes modelos selecionar o público-alvo de ações direcionadas. Como podemos ver, a ênfase maior está na seleção do público-alvo das ações. Em 1988 os autores R. Shaw e M. Stone definem DBM em seu livro Database Marketing como “uma abordagem interativa ao marketing que usa meios de comunicação direta (como correios, telefone e a força de vendas) para: ajudar a estender a comunicação com o público-alvo de uma organização, estimular sua demanda e manter a proximidade através da gravação e manutenção de uma memória eletrônica dos clientes, potenciais clientes e todos os contatos comerciais”.

Então DBM é usar as técnicas e ferramentas de gerenciamento e armazenamento de dados para relacionar-se com clientes e potenciais clientes. Este relacionamento se dá através de canais diretos de marketing e o banco de dados é usado não apenas para armazenar as informações de clientes e potenciais clientes, mas também para armazenar suas relações em relação às comunicações e, com isso, aprender sempre um pouco mais sobre cada um dos clientes.

Do ponto de vista de tecnologia acho que faz sentido afirmar que é o uso da Business Intelligence (BI) para criar um datamart específico para o relacionamento com clientes dentro da estrutura de data warehouse de uma organização. E o que são datamart e datawarehouse? Bem, este assunto já dá um novo post que será publicado em breve.

Abraços, bons resultados e até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *